quarta-feira, agosto 31, 2005

O poeta Alegre

Nada melhor no regresso à escrita, do que comentar o excelente discurso de Manuel Alegre ontem em Viseu.
A posição do republicano rendido, ilustrou muito bem a situação da esquerda e da direita no que toca às fracas candidaturas apresentadas. Em meu entender, a esquerda perde assim a oportunidade ( e o país também ) de ter um candidato actualizado no que diz respeito à correcta análise dos problemas.
O poeta falou e falou bem, mostrou a Portugal quais as hipóteses que se lhe apresentam de um modo directo e transparente. Sábias palavras, isentas de interesses partidários, ricas em conteúdo e conhecimento dos podres do sistema democrático.
Que nos sirva de exemplo!

1 Comments:

Blogger Saramago said...

Duvido que Alegre melhorasse Portugal de um momento para o outro, mas caso fosse eleito Presidente da República muitas verdades eram ditas, e de certeza que nenhum Presidente desde Soares seria tão honesto como Alegre.

2:11 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home