quinta-feira, setembro 15, 2005

Energia - Portugal vs Grécia...uma premonição

Num workshop sobre energias renováveis, que decorreu no início deste ano na Faculdade de Ciências, um Professor que tem acompanhado a evolução das energias renováveis, nomeadamente a solar, relatou à audiência a diferença da evolução dos acontecimentos em ambos os países, que outrora eram semelhantes nesta temática.

A implementação de painéis solares em ambos os países ocorreu na mesma época, porém a instalação procedeu de formas distintas, assim como o apoio do governo para que esta vingasse perante o cidadão/consumidor. As medidas políticas na Grécia permitiram um espaço de antena nos canais televisivos de sensibilização ambiental e energética no período de maior audiência, em que técnicos especializados explicavam o funcionamento dos aparelhos e as vantagens na sua aquisição, quer ambientais/energéticas, quer económicas, sendo estas últimas de maior interesse para o cidadão comum. Ora, Portugal não seguiu este exemplo e esperou que o mercado vingasse por si só. Outro erro cometido em Portugal, foi ao nível da instalação dos painéis solares, que foram deixados ao encargo de técnicos não especializados, pelo que os painéis não eram orientados a Sul (orientação com maior exposição solar) e na bateria acoplado ao painel solar deixavam uma ligação referente à entrada de energia eléctrica aberta, pelo que o proprietário não via o seu consumo de energia eléctrica diminuir. Desde então muito mudou, Portugal aprendeu com os erros, mas estes erros são prejudiciais para o ambiente, pois levaram ao falhanço por completo da implementação de equipamentos de bastante utilidade.Porém, na Grécia é comum os prédios possuírem painéis solares por iniciativa própria, em Portugal esta mentalidade falhou.Hoje, Portugal esquece e segue com um Parque Solar em Moura, de elevada dimensão…Quero apenas salientar que não é suficiente e, assim que possa, pretendo adquirir uma destas maravilhas do mundo moderno, e isto não se trata de consumismo mas sim de desenvolvimento sustentado.Tudo bem que a energia comprada à rede terá cada vez mais uma maior percentagem de energias renováveis, porém, é preferível consumir uma maior proporção de energia renovável face à fóssil, pelo que considero uma grande evolução que cada um, que tenha possibilidade, adquira um aparelho que permita consumir 100% de energias renováveis.
Editado também em: Djuba Jhaiba

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home